No mês de junho, a maioria das contraordenações foram graves (34.745) ou muito graves (3246) e a maior velocidade captada por estes dispositivos foi de 240 km/h, na Segunda Circular, junto ao posto de combustível da Repsol, no sentido aeroporto-Benfica. Há quase dois meses, a Câmara de Lisboa substituiu 21 radares antigos e instalou outros 20, com tecnologia mais avançada que permite perceber e detetar situações que os aparelhos anteriores não permitiam. Estes 41 equipamentos conseguem identificar infrações nos dois sentidos e têm maior alcance. Todos os locais onde existem radares têm um painel a avisar os condutores da sua presença.

 

Leia a notícia na íntegra em jn.pt

 

 

Deixe os seus comentários

Publicar comentário como convidado

0
Seus comentários estão sujeitos à moderação do administrador.
  • Nenhum comentário encontado

  2005

 2009

  2013

  2014

RADARES em Tempo Real

Disponível no Google Play

app WEB

Autenticação

Autenticação "Social"