Desde a entrada em vigor da carta por pontos, a 1 de junho de 2016, até 11 de maio de 2020, 1042 condutores perderam a carta e 1173 têm o processo instruído por terem ficado sem a totalidade dos 12 pontos. Serão obrigados a regressar à escola e a fazer novo exame, caso queiram voltar a ter o título, mas nunca antes de dois anos. Segundo dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), nos cinco anos anteriores à entrada em vigor deste regime, apenas duas pessoas tinham perdido a carta.

Leia a notícia na íntegra em jn.pt

Deixe os seus comentários

Publicar comentário como convidado

0
Seus comentários estão sujeitos à moderação do administrador.
  • Nenhum comentário encontado

  2005

 2009

  2013

  2014

RADARES em Tempo Real

Disponível no Google Play

app WEB

Autenticação

Autenticação "Social"

     
 

No nosso fórum