A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica desde ontem e até segunda-feira a fiscalização rodoviária no âmbito da Operação "Viajar Sem Pressa", que vai incidir sobretudo no controlo da velocidade, anunciou ontem aquela força. Em comunicado, a GNR informa que o objetivo é promover comportamentos mais seguros por parte dos condutores e diminuir a sinistralidade rodoviária grave, bem como aumentar o sentimento de segurança dos utentes da via. 

De acordo com a GNR, o "excesso de velocidade continua a constituir uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave, seja pela diminuição do tempo de reação do condutor para fazer face a um imprevisto, ou pelo agravamento das suas consequências, em resultado da maior violência do embate". Dados da GNR indicam que cerca de 72% dos acidentes ocorreram em colisões, 23% por despiste e 5% por atropelamento.

Leia a notícia na íntegra em sicnoticias.pt

Deixe os seus comentários

Publicar comentário como convidado

0
Seus comentários estão sujeitos à moderação do administrador.
  • Mais uma escandalosa caça à multa disfarçada de medida de segurança rodoviária, o estado tem que extorquir dinheiro aos cidadãos e esta é a melhor forma de o fazer.
    É lamentável que o estado obrigue competentes profissionais das forças de segurança a infernizar a vida aos automobilistas em vez de andarem a vigiar e efectivamente reprimir os verdadeiros comportamentos de risco que toda a gente (NOMEADAMENTE AS AUTORIDADES) conhece e me escuso de mencionar.
    Enfim devia haver mais gente a comentar como eu e sobretudo a manifestar publicamente indignação

  2005

 2009

  2013

  2014

RADARES em Tempo Real

Disponível no Google Play

app WEB

Autenticação

Autenticação "Social"

     
 

No nosso fórum