Refere o periódico Público, na versão online, assim "Suspeitas de corrupção motivaram as buscas à instalações da divisão de trânsito da PSP, Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária e Instituto de Mobilidades e Transportes."

Três pessoas foram detidas pela PSP no âmbito das buscas que estão a ser feitas em vários organismos públicos que gerem as multas e cartas de condução por suspeitas de associação criminosa, corrupção, denegação de justiça, prevaricação, falsificação de documentos, falsidade informática e violação de segredos por funcionários.  

Um dos detidos é um funcionário civil da própria PSP, segundo o porta-voz desta força policial, e os alvos das buscas são a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, o Instituto de Mobilidade e Transportes e as instalações da própria PSP, mais concretamente da divisão de trânsito, na Rua José Estêvão, mas também residências e viaturas de funcionários destes organismos.

Em causa estarão crimes praticados no âmbito rodoviário e os 31 mandados de buscas foram ordenados pelo Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, segundo adiantou ao PÚBLICO o porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, Sérgio Soares. "É uma investigação com cerca de ano e meio, desenvolvida pela divisão de investigação criminal da PSP, sob direcção da 9.ª secção do DIAP de Lisboa", precisou aquele responsável.


Leia a notícia na íntegra em publico.pt

Deixe os seus comentários

Publicar comentário como convidado

0
Seus comentários estão sujeitos à moderação do administrador.
  • Nenhum comentário encontado

  2005

 2009

  2013

  2014

App Mobile

Disponível no Google Play

iphone app

Autenticação

Autenticação "Social"