Radares de Portugal

Problemas no registo? Depois de registar-se no site, verifique se recebe o seu email de autenticação. Caso não receba o email de autenticação, durante 48 horas, por favor, entre em contacto connosco. Relembramos que a FAQ existe e é para ser consultada regularmente.

Este site utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de navegação. Saiba mais

A equipa RADARES de Portugal atualizou, hoje, 15 de outubro, a listagem de veículos descaraterizados, usados pelas respeitadas forças de segurança, no controlo de velocidade dos automobilistas, nas estradas nacionais. Atualmente, a listagem, versão nr. 4 - aprox. 200 veículos, apresenta apenas os veículos descaraterizados avistados e reportados, pelos seguidores do Radares de Portugal, como veículos em ação de controlo de velocidade, sejam em andamento, com equipamento ProVida, que trata-se de um cinemómetro de perseguição, que utiliza como princípio de medição da velocidade de veículos automóveis, ou devidamente estacionados, alimentando o equipamento Multanova 6 FD - Radar fotográfico.

Tal como tem vindo a acontecer, a equipa RADARES de Portugal volta a anunciar, semanalmente, os Radares da Polícia de Segurança Pública, por ordem cronológica. Estas informações têm origem na rúbrica "Quem o avisa...", portanto é verídica. Anote os Radares que irá encontrar no seu percurso, já amanhã:

13/10/2014    14h00     Av. Sá Carneiro - Aveiro
13/10/2014    08h00     Av. Professor Reinaldo Cardoso - Viseu
13/10/2014    09h00     EN 18 (ao Gil) - Estremoz
14/10/2014    08h30     EN 10.4 - Setúbal
14/10/2014    14h00     Rua Actriz Alda Rodrigues - Santarém
14/10/2014    08h00     Rua Afonso Henriques - Entroncamento
14/10/2014    08h00     Av. Dr. Antunes Guimarães – Leça da Palmeira
14/10/2014    15h00     Av. Dr. Egas Moniz - Lamego
14/10/2014    08h30     EN 341 (via rápida de Taveiro) - Coimbra
15/10/2014    07H00    Rua 5 de Outubro (Conceição) – Horta (Açores)

Diz a DECO que "Ao contrário da generalidade das leis, o Código da Estrada presume a culpa do condutor, não a sua inocência. Por isso, à mínima suspeita de infração, é autuado e “convidado” a pagar.
Não vale de nada recusar a notificação ou fazer de conta de que não a recebeu: a ANSR considera-o avisado da mesma forma e avança com a cobrança.
Se não concordar, deve contestar no prazo de 15 dias úteis. A contagem inicia-se no dia útil seguinte à data da notificação, quando esta é entregue em mão. Se for enviada pelo correio, o prazo começa um ou três dias após a assinatura do aviso da carta registada, consoante esta tenha sido recebida pelo destinatário ou por outra pessoa. Nas cartas simples, a contagem arranca cinco dias após o depósito na caixa do correio, cuja data é indicada pelo carteiro no envelope.

logo 2005 logo 2009 logo 2013 logo 2013
2005 2009 2013 2014

Faça registo/login em poucos segundos. Não precisa de activar a sua conta.

  • Google
    Windows Live

android app

iphone app